Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Você entende como funciona a área jurídica? Explicamos pra você!

Você entende como funciona a área jurídica? Explicamos pra você!

A área jurídica é muito ampla e a faculdade de Direito é apenas o primeiro passo para quem deseja seguir no meio.

Por isso, depois da formatura o bacharel em Direito deve traçar o seu objetivo profissional, uma vez que existem diversas carreiras no âmbito jurídico que podem ser seguidas, tanto na área privada quanto no âmbito do serviço público. Acompanhe este post se você deseja saber mais sobre esse universo!

Por que seguir na área jurídica?

A área jurídica é uma das que proporcionam mais benefícios para o desenvolvimento e crescimento pessoal, uma vez que os conhecimentos adquiridos na faculdade também podem ser aplicados nas situações do cotidiano.

O formado em Direito se torna uma pessoa procurada não apenas por seus clientes, mas também pela sua família e pelo seu círculo de amizades; sabe-se que qualquer um está sujeito a ter um problema e precisar de um auxílio jurídico.

Os profissionais que atuam nessa área costumam seguir no ramo da advocacia, mas, apesar de ser uma carreira de muito prestígio, essa não é a única possibilidade.

Existem diversas carreiras públicas que são exclusivas para os bacharéis em Direito, como a magistratura, e até mesmo os concursos que não são exclusivos aos profissionais do ramo costumam contar com diversas matérias jurídicas em seus editais, o que pode auxiliar quem cursou Direito.

Quais são as características que o profissional da área jurídica precisa ter?

É importante ressaltar que, independentemente da área que o profissional escolher seguir, existem algumas características que são inerentes a todas as carreiras jurídicas.

A postura é um desses elementos fundamentais, uma vez que ter uma reputação intacta e idoneidade moral são requisitos cobrados até mesmo em alguns concursos públicos desse campo, que realizam uma investigação da vida pregressa do candidato.

No ramo da advocacia é igualmente importante que o advogado tenha prudência em suas ações e realize certa separação entre os assuntos profissionais e a sua vida pessoal, para que um ato impensado não tenha repercussão em sua imagem profissional.

Também é fundamental que o profissional se mantenha sempre atualizado, pois as leis costumam mudar constantemente. Assim, o operador do Direito não deve nunca deixar de estudar, uma vez que esse é único meio de acompanhar as mudanças que ocorrem na legislação.

Ter uma boa oratória é outra característica fundamental na área jurídica, pois tanto o advogado como o promotor, por exemplo, devem, durante o seu discurso, demonstrar ao seu público que o que está dizendo é importante e convencê-lo sobre determinada tese.

Muitos concursos públicos também realizam uma prova oral, fase em que o candidato deve mostrar os seus conhecimentos jurídicos perante uma banca julgadora por meio da fala. Nesse momento, apenas ter um vasto conhecimento de determinada área não é o suficiente se o locutor não conseguir transmitir com clareza as suas ideias, por isso é tão relevante falar com eloquência e impor presença.

Agora que já te explicamos um pouco mais sobre a área jurídica e as características que o profissional deve ter, vamos falar um pouco mais sobre as suas possibilidades de carreira.

Quais são as possibilidades a serem seguidas na área jurídica?

Advogado

A advocacia é uma área promissora e a mais explorada pelos formados, pois abre muitas possibilidades de especializações. O bacharel em Direito deve ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para se tornar advogado e, após aprovação, pode escolher as áreas com que mais se identifica e que deseja atuar. Existem muitas opções, como o Direito Internacional, Direito Ambiental, Direito Civil, Direito Penal, Direito Comercial, Direito do Consumidor, Direito Trabalhista, Direito Tributário, entre outros.

Juiz

Na carreira pública, o concurso para juiz é um dos mais conhecidos e almejados. O magistrado é um membro do Poder Judiciário e é a figura responsável por analisar, resolver de forma imparcial e julgar com base nas leis do país as questões levadas até ele. A preparação é fundamental, pois o percentual médio de aprovação nas provas é de apenas 60%, e em muitas ocasiões até mesmo faltam candidatos preparados para ocupar as vagas oferecidas.

Promotor de justiça

Já o promotor de justiça é um representante do Ministério Público e tem o papel oposto ao do advogado (que defende o réu), pois a sua função é realizar a acusação nos julgamentos, visando à condenação dos acusados. Ele também exerce o papel de fiscal da lei — nesses casos ele acompanha os processos que envolvem pessoas vulneráveis para que elas não sejam prejudicadas e para que não ocorra nenhuma ilegalidade.

Delegado de polícia

O cargo de delegado de polícia costuma ser o mais desejado pelas pessoas que gostam das carreiras policiais e do Direito Penal. O delegado é um funcionário público que atua na Polícia Federal ou na Polícia Civil e é a pessoa responsável por investigar e descobrir a autoria de crimes e também coordenar e administrar as delegacias de polícia.

Defensor público

Já para os amantes da advocacia que desejam ingressar na carreira pública, a função de defensor público é a ideal. O profissional que atua nesse cargo é um servidor público que trabalha defendendo as pessoas que precisam de auxílio jurídico e não têm condições financeiras de arcar com a contratação de um advogado particular.

Com exceção da advocacia, todas as carreiras apresentadas contam com um concorrido e complexo concurso público para o ingresso no cargo. Os que desejam seguir esse caminho devem se dedicar a uma intensa rotina de estudos para obter a sonhada aprovação.

Para descobrir qual carreira que mais combina com a sua personalidade, o estudante deve observar por quais matérias tem mais atração e inclinação durante a faculdade, uma vez que o Direito têm possibilidades que agradam aos mais diversos gostos.

Por fim, independentemente da profissão escolhida, o campo jurídico requer muitos estudos, dedicação e constante atualização, por isso é importante escolher uma boa instituição de ensino superior e atualizar-se sempre!

Você curtiu este post? Pretende ingressar na área jurídica? Então deixe um comentário neste texto e compartilhe, com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião sobre o assunto!

  • Vestibular FDSM 2020

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *