Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Qual o caminho para se tornar um Juiz?

Qual o caminho para se tornar um Juiz?

O caminho para se tornar um Juiz pode ser difícil. Mas não se assuste diante desse desafio! “Difícil” não significa “impossível”.

“Por que você quer tanto isso? Porque disseram que eu não conseguiria” — palavras de Carl Brashear, primeiro aluno negro da escola de mergulho U.S. Navy Diving & Salvage School. Até se tornar o primeiro afro-americano mergulhador-chefe da Marinha dos Estados Unidos foram 22 anos (entre 1948 e 1970).

Você sabia que é possível realizar o sonho de ser Juiz em menos da metade desse tempo? Continue a leitura e confira!

As funções

A função de um Juiz é, basicamente, analisar e julgar os processos que se tornaram insolúveis por particulares. A Constituição da República Federativa do Brasil detalha as funções dos Magistrados de acordo com cada área de atuação (do artigo 92 ao 126).

Determinar quem vence e quem perde em determinada causa é uma responsabilidade muito grande. Em muitos casos, um erro de julgamento pode condenar uma pessoa ou organização inocente. Por isso, a preparação para Juiz envolve altas exigências.

A carreira

O candidato pode optar por ser Juiz Federal ou Estadual. É possível atuar na Justiça Comum ou Especial, como a Eleitoral, Militar ou do Trabalho.

Um Juiz Federal atua em ações de interesse da União, autarquias e empresas públicas federais e em causas que envolvam Estados estrangeiros e nacionalidade. Também pode atuar em esfera criminal na ocorrência de crimes políticos ou infrações que envolvam detrimento de bens, serviços ou interesses da União ou de suas entidades autárquicas.

Um Juiz de Direito, também conhecido como Juiz Estadual, atua na Justiça Comum Estadual e decide conflitos entre cidadãos, empresas e o Poder Público.

O Magistrado inicia sua carreira como Juiz Substituto em cidades de interior, onde estão as chamadas Comarcas de Primeira Instância, podendo substituir ou trabalhar em conjunto com o Juiz Titular. Após determinado tempo, é possível ser promovido a Juiz Titular e se candidatar às Comarcas de Entrância Superior sediadas em cidades maiores ou capitais.

Um Juiz só alcança a vitaliciedade após dois anos de efetivo exercício. A vitaliciedade é uma garantia de permanência no cargo concedida pela Constituição até a aposentadoria, permitindo afastamento ou demissão somente por motivo estabelecido em lei ou por sentença do órgão judiciário competente.

O caminho para se tornar um Juiz

O cargo de Juiz compreende dois benefícios muito procurados por profissionais: estabilidade e alto salário. Por esses e outros motivos, trata-se de uma posição muito concorrida.

Até chegar a exercer essa profissão, o candidato deve passar por uma longa preparação que envolve, basicamente, 3 estágios:

Confira, nos próximos tópicos, como se preparar para essa jornada!

Graduação

Essa fase representa a parte mais longa do caminho — e uma das mais importantes. São, pelo menos, 5 anos de muita dedicação e estudos até a formatura.

É preciso planejar a sua carreira e considerar alguns aspectos fundamentais na escolha da instituição de ensino. Veja, a seguir, algumas dicas importantes.

Comece a se preparar já

Não perca mais tempo! Se você está concluindo agora o ensino médio, busque informações e estude para o Enem ou vestibulares. Faça um plano de carreira e defina todos os seus sonhos e objetivos.

Busque instituições especializadas

Procure uma faculdade de peso, com tradição na sua área de interesse e tempo expressivo de atuação no mercado. Investir em uma boa faculdade é investir no seu futuro. Portanto, não escolha o preço em detrimento da qualidade da instituição.

Pesquise os diferenciais de qualidade

Invista em uma faculdade que trate cada aluno de forma diferenciada, considerando suas necessidades e objetivos.

Em uma graduação em Direito, alguns requisitos são fundamentais, tais como:

  • corpo docente qualificado: priorize faculdades com professores com titulação de especialistas, mestres, doutores e pós-doutores;
  • corpo docente experiente: o ideal é que os professores sejam atuais juízes, delegados, defensores ou advogados influentes e respeitados, com livros e artigos publicados;
  • pós-graduação: graduar-se em uma universidade que já conta com cursos de especialização e Mestrado pode facilitar a continuidade dos seus estudos para obter títulos classificatórios em seleções para se tornar um Juiz;
  • convênios internacionais: encontrar uma universidade que compartilha conhecimento com instituições de outros países permite participar de intercâmbios e gera conhecimento jurídico mais global;
  • forte estrutura: centros especializados em Direito investem continuamente em ampla estrutura, oferecendo salas com alta tecnologia, Salão do Júri e Salão Nobre para realizar eventos e atividades acadêmicas.

Encontrar uma universidade que ofereça tudo isso é o cenário ideal para obter sucesso no caminho para se tornar um Juiz.

Experiência profissional

Após conquistar o seu diploma de bacharel em Direito, você já pode iniciar a sua trajetória profissional. Não se preocupe! Se você escolheu uma instituição de ensino de qualidade, com certeza estará apto a exercer atividades jurídicas com excelência.

Para ser aprovado em concurso público para cargo de Juiz, é preciso ter o diploma de bacharel em Direito e experiência mínima de 3 anos em atividade jurídica. A inscrição na OAB não é obrigatória, mas é importante. Pois antes de ingressar na magistratura aparecerão atividades jurídicas que requerem atuação de advogado.

Preparação para o concurso público

O concurso público para Juiz inclui provas escritas, orais e de títulos. Escolas de Magistrados também fazem parte do processo, preparando o Juiz para uma futura atuação de excelência.

Estabelecer um tempo de preparação pode ser muito subjetivo, pois essa fase depende muito de você. O processo de aprovação e classificação tem ocorrido em 3 anos, aproximadamente.

Esse período pode aumentar caso o candidato não mantenha a dedicação e o foco necessários. Mas também é possível diminuí-lo consideravelmente, seguindo estas dicas:

  • invista em uma graduação em Direito de peso e dispense gastos de tempo e dinheiro com cursinhos preparatórios;
  • poupe tempo ao se preparar para o concurso já durante a fase de obtenção de experiência profissional;
  • comece a fazer simulados desde já, estabelecendo metas de rendimento.

Como você viu, o caminho para se tornar um Juiz pode ser desafiador. Mas com um bom planejamento, disciplina e o apoio de uma instituição de ensino de qualidade é possível realizar esse sonho.

Quer ficar antenado às novidades do mundo jurídico? Assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos relevantes diretamente na sua caixa de e-mail!

  • Vestibular FDSM 2020

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *