Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Separamos 4 práticas que podem te ajudar a se preparar para o Enem

Separamos 4 práticas que podem te ajudar a se preparar para o Enem

Na hora de se preparar para o Enem, é importante ter atenção e colocar em prática alguns novos costumes que fazem diferença. Eles são fundamentais para chegar pronto ao grande dia!

Para conquistar um objetivo tão importante é necessário estar preparado! O ano está terminando, então este é o momento certo para entender como esses hábitos e as adequações necessárias vão fortalecer seus estudos. A seguir, confira 4 dicas práticas que vão ajudar você a ter um ano de preparação certeiro para o Enem!

1. Organize o seu local de estudos

Não dá para se concentrar e ter um desempenho de alto nível em uma verdadeira bagunça. Sabemos que não é fácil se dedicar aos estudos e ainda se preocupar com a arrumação, mas esse esforço é necessário. Fica difícil ter a tranquilidade e a concentração necessária em um espaço em que está tudo muito confuso.

Encontre o seu canto

O primeiro passo é encontrar o seu cantinho dos estudos. De preferência, ele deve ser no seu quarto, mas essa decisão fica por sua conta. O importante nesse momento é que seja uma área tranquila da casa, em que você tenha o silêncio necessário. Se for um local com pouca movimentação, melhor ainda. Quanto menos distração, melhor.

Tenha mesa e cadeira confortáveis

A mesinha é indispensável! Nela você coloca seus livros, apostilas e o notebook para estudar durante algumas horas. Esse tempo prolongado também chama atenção para os cuidados com a postura e o conforto. Uma cadeira de escritório acolchoada e ajustável ajuda você a se manter ativo e concentrado durante o dia todo.

Mantenha tudo limpo e arrumado

A limpeza e a organização são fundamentais! Evite o acúmulo e papéis de anotações, livros empilhados e folhas espalhadas pela mesa. Faça suas anotações em folhas adesivas e cole na parede, se necessário. Esses lembretes reduzem a bagunça, pois é difícil ter foco em um local sujo e desorganizado.

2. Fortaleça a sua redação

Falar sobre se preparar para o Enem e não citar a redação é impossível! Essa é uma parte da prova que tem importante peso e que separa aprovados daqueles que não tiveram sucesso. A única forma de mandar bem no dia é tendo um estudo específico e focado no desenvolvimento da escrita. Para isso, algumas dicas são fundamentais:

Leia bastante

Ler é a base da educação de qualquer aluno. Além de fortalecer o aprendizado de qualquer assunto, o hábito também fortalece a escrita. Ao se deparar com diversos conteúdos, o estudante visualiza mais facilmente a ortografia, a linguagem e os diferentes tipos de abordagem que textos podem ter.

Por isso, a leitura nunca deve ser focada em apenas um gênero ou estilo. Recomendamos que você leia artigos, matérias, notas, críticas, livros, revistas e tudo que estiver pela frente. Varie os temas, o período em que o conteúdo foi escrito e não se prenda apenas às leituras agradáveis.

Confira materiais específicos

A preparação também depende de um estudo mais específico. Você encontra bons materiais gratuitos na internet e em aplicativos que falam mais sobre como a redação é cobrada no Enem. São dicas mais técnicas da abordagem dos textos e da linha de escrita que o estudante deve seguir. Desenvolver a redação no estilo cobrado é fundamental!

Você também pode ter ajuda de professores dos cursos preparatórios, se optar por se matricular em um. Há aulas específicas para a redação, já que é uma parte importante da prova. Esses estudos específicos abordam a estrutura do texto (dissertativo-argumentativo) e as etapas que o estudante deve seguir na escrita.

Pratique ao longo do ano

Para escrever bem é preciso treinar. Ao se preparar para o Enem ao longo do ano, desenvolva redações incansavelmente, com a proposta de praticar a sua escrita. O ideal é que você redija sobre assuntos distintos, sempre com foco em temas atuais e que, possivelmente, serão um dos escolhidos pela banca da prova.

Nessas atividades de práticas, busque também os temas escolhidos nos anos anteriores. Desenvolva sua versão e peça sempre para que um professor corrija e revise. Na internet você encontra também redações de alunos que conquistaram nota máxima. Elas podem ajudar você: observe-as em todos os aspectos!

3. Busque auxílio com temas que não domina

Todo mundo tem aquela pedrinha no sapato quando o assunto é o estudo. Você manda mal nos números e o seu forte é com as ciências humanas? Isso pode acontecer da mesma forma que alguns têm facilidade com as exatas e não mandam tão bem na escrita, por exemplo. Fundamental mesmo é identificar isso e trabalhar em cima.

Faça um plano de estudos específicos

O foco extra naqueles temas que você não domina é necessário ao se preparar para o Enem. Por isso, dentro do seu planejamento, tire um tempo a mais para essas disciplinas. Estudá-las um pouco mais vai ajudar a fortalecer seus conhecimentos e a não ficar para trás.

Na hora da prova, estar com suas capacidades equilibradas faz toda diferença. Tire sempre uma ou duas horinhas a mais para reforçar esses temas. Leia bastante e, principalmente, pratique com exercícios de provas de anos anteriores.

O trabalho extra é muito comum para todos, então sinta-se motivado para que você não esteja abaixo em alguma disciplina específica. Não dependa apenas do que você tem controle para conquistar uma nota competitiva na prova!

4. Intercale os estudos com exercícios

Preparar-se para o Enem envolve muitos esforços e ter que abrir mão de muita coisa. A conquista de um objetivo tão importante não vem fácil, e isso é reforçado por todos. Você deve ouvir o tempo todo, certo? No entanto, a dedicação precisa respeitar limites. Seu corpo precisa de descanso e, principalmente, de estímulos para funcionar.

Os exercícios são parte fundamental para que você esteja ainda mais pronto para o Enem. Além de manter a saúde em dia e o corpo pronto, eles também têm influência direta na sua capacidade cognitiva. A liberação de endorfina ajuda o cérebro a trabalhar mais rapidamente, melhora o foco, estimula a memória e dá disposição.

Defina uma rotina com os exercícios inclusos

Ao pensar no seu cronograma diário, inclua os exercícios nele! Você pode fazê-los logo pela manhã, à noite ou durante a tarde, no intervalo entre os períodos. Quando a prática ocorrer antes dos estudos, melhor ainda. A movimentação ajuda a ativar o cérebro, ou seja, você pensa melhor e tem mais capacidade de compreensão dos conteúdos.

Preparar-se para o Enem vai ficar mais fácil com as dicas que você viu neste post! Da organização à saúde mental, tudo tem influência direta no seu desempenho. Agora você está pronto para um ano de estudos forte e proveitoso!

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *