Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Pensando em seguir carreira pública? Leia esse post e tire suas dúvidas

Pensando em seguir carreira pública? Leia esse post e tire suas dúvidas

Você sabia que o profissional do Direito tem um leque muito grande de atuação? Pois é. Além de advogar, os bacharéis nessa área têm inúmeras outras possibilidades de trabalho, inclusive se optarem por seguir carreira pública.

No Brasil, é muito comum as pessoas almejarem o serviço público. Afinal, além dos altos salários, trabalhar para o Estado confere a tão sonhada estabilidade profissional e financeira. No entanto, é preciso ter em mente que o caminho para se alcançar um cargo público não é fácil, e depende de muito estudo e dedicação.

Antes de escolher ingressar na carreira pública, é fundamental conhecer as atribuições e os desafios de cada profissão. Afinal, são muitas as possibilidades e os esforços despendidos para conquistar um cargo. É preciso escolher algo que goste e tenha afinidade, pois possivelmente será o que você desempenhará a vida toda.

Pensando nisso, preparamos este post com tudo que você precisa saber os cargos públicos mais atrativos na área do Direito. Confira!

Juiz

Também denominados de magistrados, os juízes são os responsáveis pela aplicação do Direito ao caso concreto, ou seja, pelo julgamento das demandas levadas em Juízo. Aqueles que optam por seguir a carreira da magistratura podem escolher entre quatro áreas de atuação: Justiça Estadual, Federal, Trabalhista ou Militar.

O ingresso no cargo se dá mediante prévia aprovação em concurso de provas e títulos. Normalmente, o processo seletivo é constituído por várias etapas (prova objetiva, dissertativa e oral), com elevado grau de complexidade, uma vez que são exigidos conhecimentos aprofundados acerca de todas as áreas do Direito.

Além de ser aprovado no concurso, o estudante de Direito que deseja ocupar uma vaga de juiz precisa comprovar três anos de prática jurídica (claro, o tempo de estágio não é computado).

Com salário acima de R$ 20.000,00 (varia um pouco de acordo com a esfera de atuação e, se for estadual, de acordo com a unidade da federação), o cargo de juiz é extremamente procurado e desejado pelos bacharéis em Direito. Assim, para conquistar uma vaga, é necessário muita persistência, estudo e dedicação.

Promotor de Justiça

Outra carreira pública muito cobiçada é a de Promotor de Justiça. Afinal, conforme previsto na Constituição Federal, o Ministério Público (MP) tem como função institucional a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses difusos, coletivos e individuais indisponíveis.

Além disso, entre inúmeras outras funções previstas na CF/88, cabe ao MP a promoção da ação penal pública, ou seja, é ele quem detém (de forma privativa) a função de acusar os indivíduos suspeitos da prática de algum delito de ação penal pública.

Assim como o cargo de juiz, para ser membro do MP, o bacharel em Direito precisa ser aprovado em concurso de provas e títulos e comprovar o exercício de três anos de atividade jurídica. Os salários oferecidos variam de acordo com a unidade da federação. No entanto, todas elas oferecem remuneração em torno de R$ 20.000,00.

Por ser uma carreira muito desejada, os concursos são extremamente concorridos e as provas apresentam elevado grau de complexidade, exigindo conhecimentos profundos em diversos ramos do Direito (em alguns casos, sequer são aprovados candidatos suficientes para o preenchimento de todas as vagas). Por isso, se você deseja seguir essa carreira, é bom começar a se preparar logo na faculdade.

Defensor Público

Ao lado do Ministério Público, da Advocacia Pública e da advocacia, a Defensoria Pública é uma das funções essenciais à Justiça.

Os defensores(as) públicos têm como função prestar assistência jurídica integral àqueles que apresentam hipossuficiência econômica, ou seja, aos necessitados, de forma a garantir o acesso à Justiça, bem como a proteção da dignidade da pessoa humana e aos demais direitos fundamentais.

Apesar de em alguns estados as Defensorias Públicas não contarem com tantos recursos como os Tribunais e Ministério Público, os salários dos defensores também são bem atrativos. Em Minas Gerais, por exemplo, a remuneração inicial é de R$ 20.609.02.

Assim como as carreiras públicas que você acabou de conhecer, para ingressar na Defensoria Pública é necessário ser aprovado em concurso de provas e títulos. Em regra, eles são compostos por várias etapas, com elevado grau de complexidade. Além disso, são extremamente concorridos.

Advogado Público

Os advogados públicos têm como função defender os interesses públicos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Assim, aqueles que optam pela Advocacia Pública podem escolher se pretendem construir carreira no âmbito federal, estadual, distrital ou municipal.

Nessa carreira, é possível ocupar os seguintes cargos:

  • Procurador do Município;
  • Procurador do Estado;
  • Procurador Federal, Procurador da Fazenda Nacional e Procurador do Banco Central (todos na advocacia geral da união).

O ingresso em qualquer um deles se dá mediante prévia aprovação em concurso público, normalmente, muito procurado pelos bacharéis em Direito. O salário varia de acordo com o cargo. No entanto, todos eles são satisfatórios — por exemplo, os rendimentos de um Procurador Federal giram em torno de R$ 25.000,00.

Delegado de Polícia

É o responsável por instaurar e conduzir investigações criminais, colhendo os elementos necessários (provas materiais da prática de crime e indícios de autoria) para eventual oferecimento de denúncia pelo Ministério Público.

Para ingressar na carreira de delegado (seja na Polícia Federal ou na Civil), o profissional do Direito precisa ser aprovado em concurso público. Todavia, ao contrário das carreiras que você acabou de ver, a investidura no cargo de chefe da polícia não exige experiência jurídica.

Apesar disso, para alcançar uma vaga é preciso muito estudo e dedicação. Afinal, os salários são atrativos — variam entre R$ 10.000,00 e R$ 15.000,00 —, o que acaba tornando a carreira cobiçada por muitos.

Analista Judiciário – Área Jurídica

Muitos órgãos contam com o apoio do analista judiciário (na área jurídica), tais como o Tribunal de Justiça, o Ministério Público e a Defensoria Pública. Assim, o profissional do Direito que deseja ocupar esse cargo tem uma infinidade de possibilidades. Em regra, ele desenvolve atividades de assessoramento, realizando pesquisas, emitindo pareceres etc.

Os salários variam de acordo com o órgão. Normalmente, eles são atrativos, o que torna a carreira muito desejada. Os concursos públicos não têm o mais grau de complexidade do de juiz, promotor, defensor público e advogado público. No entanto, isso não quer dizer que para alcançar uma vaga você não precisa estudar muito. Afinal, a concorrência é grande.

Além dessas, existem inúmeras outras possibilidades de carreira pública para o profissional de Direito. Em algumas delas, por exemplo, a de magistratura, promotoria, delegado e analista judiciário, não é necessário que o profissional mantenha registro ativo no quadro de advogados da OAB. Já o defensor público e o advogado público precisam da carteirinha da entidade.

Independentemente da carreira pública que você queira seguir, é fundamental investir na sua formação. Buscar uma faculdade de qualidade, comprometida com o ensino e que propicie a você proximidade com o corpo docente, certamente fará toda a diferença na hora de alcançar seus objetivos e conquistar uma vaga no setor público.

Gostou do post? Assine nossa newsletter e fique por dentro de assuntos relacionados às carreiras jurídicas!

  • banner de mestrado

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *