Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Graduação em Direito: conheça os maiores mitos e verdades

Graduação em Direito: conheça os maiores mitos e verdades

A graduação em Direito está entre as mais procuradas por aqueles que desejam uma carreira respeitada e bem recompensada financeiramente. Em meio a essa busca, você encontra várias opiniões sobre esse excelente curso. Mas o que é realmente verdade e o que é mito?

Foi pensando em você que preparamos um artigo esclarecedor sobre tudo isso! Acabe com suas dúvidas de forma definitiva e esteja à frente dos seus colegas nos principais assuntos polêmicos sobre essa graduação!

Saiba agora por que esse curso tem tudo a ver com você e o que é mito ou verdade nessa carreira. Confira!

Por que o meu futuro está no Direito?

Não é à toa que a carreira do Direito está entre as mais desejadas pelos jovens. Todos os cargos como advogado, juiz, promotor, entre outros são bastante atraentes e bem-sucedidos. Mas há três aspectos especiais que relacionam uma pessoa a essa apaixonante carreira:

  1. para quem espera encontrar diversas oportunidades de atuação no futuro, o Direito é a escolha mais inteligente!
  2. para quem deseja um mercado de trabalho mais amplo e mais bem remunerado, o Direito é a escolha mais sensata!
  3. para quem ama reivindicar e defender os direitos das pessoas, o Direito é a melhor escolha!

Sem dúvida, esses são os três maiores aspectos a serem considerados nessa escolha. O bacharel em Direito com a certificação da OAB tem um amplo leque de cargos e vagas em concursos públicos e seleções privadas e uma série de alternativas além da própria advocacia, como magistratura, procuradoria, defensoria etc.

Além disso, o profissional do Direito tem um alto compromisso com a defesa e com a justiça, algo recompensador e muito gratificante. Mas não se iluda! Essa conquista só vem depois de muita dedicação, leitura e conhecimento. Então vamos apresentar agora seis mitos ou verdades sobre o curso.

É verdade que é preciso ler muito na graduação em Direito?

Verdade! O curso tem uma teoria bastante extensa, mas não necessariamente complexa. O aluno deve se preparar para uma quantidade significativa e uma alta intensidade de conteúdo. É importante não desistir no início já que a adaptação virá com o tempo.

Além disso, é necessário entender bem cada disciplina, pois toda a teoria servirá como base para aplicações práticas específicas mais tarde. Lembre-se de que o exercício da leitura também ajuda na escrita, habilidade importantíssima para a carreira.

É preciso saber todas as leis?

Mito! O mundo jurídico compreende uma infinidade de leis e seria praticamente impossível conhecer todas elas e ainda dominá-las. A legislação está disposta em diversas áreas e abrange ainda as esferas federal, estadual e municipal em nível nacional, além das legislações internacionais.

É por esse motivo que o profissional do Direito opta por uma área específica de atuação e ainda sim, provavelmente, não terá conhecimento completo e nem deverá decorar todas as leis de seu ramo.

A principal habilidade exigida nesse caso é a interpretação. Em cada caso específico o profissional identificará o contexto e buscará entendimento, sentido e aplicação prática dos dispositivos relacionados.

É impossível passar no exame da OAB?

Mito! Muito difícil é o termo mais adequado. Porém esse nível de dificuldade tem muito a ver com a baixa qualidade da instituição escolhida. O exame da OAB se torna cada vez mais possível quando o aluno se forma em uma faculdade com tradição e diferenciais de ensino.

Lembrando que o exame de ordem é o único passaporte para a atuação advocatícia. Por isso, essa certificação não deve estar fora da realidade. E você pode realizar até minicursos de revisão para a prova da OAB ao longo da própria graduação, além de outras atividades auxiliares que apenas instituições especializadas podem oferecer.

Vou ser consultor particular de amigos e familiares?

Mito! Amigos e familiares continuarão amigos e familiares em qualquer graduação escolhida. É muito comum o pedido de ajuda por essas pessoas em outras áreas profissionais e, especialmente, em problemas jurídicos.

Você pode perfeitamente auxiliar em pequenas dúvidas, por educação ou proximidade afetiva, e estabelecer limites de atuação deixando bem claro que determinados casos representam uma consultoria jurídica e devem ser acordados financeiramente.

Por outro lado, alguns advogados atuam como consultores particulares de pessoas com alto poder aquisitivo e, por consequência, conquistam excelentes remunerações por isso. Então, não considere a consultoria como um simples serviço gratuito ou de baixo valor.

É preciso ter bom português?

Verdade! Não apenas do ponto de vista gramatical, mas por todo um contexto comunicativo. Por isso a disciplina Língua Portuguesa está disposta nas grades curriculares das graduações de Direito mais sérias.

O bom português estará na leitura e interpretação incessante de diversas legislações. Estará na compreensão de diversos princípios que podem estar explícitos ou implícitos. Estará na escrita de pareceres, instrumentos jurídicos etc. Estará na oratória fluente, clara e objetiva em tribunais.

É inimaginável que uma pessoa resistente ao bom português possa evoluir como um profissional respeitado e bem-sucedido em Direito. O mau uso da disciplina pode acarretar falta de credibilidade e, em alguns casos mais graves, até uma interpretação errônea sobre uma peça jurídica.

O advogado nunca para de estudar?

Verdade! Após a graduação você deverá manter uma rotina de estudos continuamente. A próxima etapa pode ser ainda mais exigente e desafiadora: o exame de Ordem! Logo após a aprovação da OAB, são recomendados ainda os cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Ao optar por concorrer a cargos públicos o advogado encontrará uma extensa lista de conteúdos programáticos que deverá ser estudada exaustivamente até alcançar um domínio aceitável para classificação.

Se a opção for pelo mercado privado, o advogado deverá manter uma atualização contínua, já que as legislações sofrem frequentes transformações. E cada caso jurídico, seja em atuações de defesa ou acusação, elaboração de pareceres, peças jurídicas e outras, exigirão certamente muitos estudos de caso compreendendo legislações e contextualizações.

É importante entender capacitação como sinônimo de competência! Ser advogado não significa ser rico, porém, aqueles com alto potencial jurídico podem alcançar remunerações milionárias, ou seja, todo esse esforço de estudos pode ser fundamental para ser muito bem pago.

Então? Conseguiu esclarecer todas as suas dúvidas? Acreditamos que dentro desses seis tópicos estão as maiores verdades e os principais mitos sobre a graduação em Direito. Você pode usar esse texto para ativar sua reflexão sobre essa carreira.

Algumas verdades são duras, como a exigência de estudos, dedicação e empenho. Por outro lado, a chance de uma vida profissional de sucesso chama muito a atenção dos admiradores dessa importante graduação.

Continue explorando conhecimentos e construindo novos sonhos profissionais: entenda como funciona a área jurídica!

  • banner vestibular 2020

    banner vestibular

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *