Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

6 dicas para ajudar você a escolher o curso superior ideal

6 dicas para ajudar você a escolher o curso superior ideal

Você está no último ano do ensino médio! Grande parte dos colegas já definiu seu futuro e você ainda está com aquela grande dúvida sobre sua carreira: como escolher o curso superior?

Calma! Há muitas dicas para sua escolha ser um sucesso e a boa notícia é que, se você as seguir com dedicação, com certeza estará na faculdade dos seus sonhos no próximo ano.

Confira agora 6 superdicas que vão ajudar a escolher o curso superior ideal para você!

1. Identifique sua área de interesse

Em nossa infância sempre ouvimos aquela famosa pergunta: o que você quer ser quando crescer? E nem sempre respondemos exatamente o que gostaríamos, não é?

Desse momento até o início da fase adulta vivenciamos muitas coisas: sonhamos, fantasiamos e imaginamos. Agora, chegou a hora de concretizar tudo isso escolhendo uma profissão ou uma área de interesse.

Comece tentando conhecer bem a si mesmo e responda às seguintes perguntas:

  • Do que você mais gosta?
  • Qual sua verdadeira personalidade?
  • O que mais combina com você?

Faça esse exercício individual procurando responder bem a todas as perguntas e finalize com um teste de orientação vocacional.

Caso você tenha se descoberto como um amante de tecnologia e também de Direito, pode se interessar em Direito Digital por exemplo. Veja uma aplicação prática disso na famosa série “La Casa de Papel”, que está na Netflix.

2. Considere suas habilidades com base no seu desempenho no ensino médio

Se analisar bem, ao longo do ensino médio você já apresentou um desempenho passível de análise. Identificar as disciplinas em que você se saiu melhor pode ajudar bastante para encontrar uma grade curricular mais apropriada.

Cada curso oferece uma grade curricular diferente, então vale analisar tanto as matérias de base como as específicas. As pesquisas online devem ser suficientes para encontrar essas informações.

Relembre também o seu desempenho em atividades práticas ou em grupo. Com isso, você encontrará suas melhores habilidades, saberá onde suas atitudes são mais eficientes e as atividades em que tem mais facilidade.

Faça uma autoanálise e também pergunte aos seus colegas sobre o seu desempenho. Considere todas essas informações para encontrar o seu curso superior ideal.

3. Defina suas prioridades ao planejar seu futuro

Estabelecer prioridades desde já pode ser fundamental para o seu caminho profissional. Para determiná-las, você deve identificar suas expectativas de vida em médio e longo prazos.

A Medicina, por exemplo, pode oferecer altas remunerações e um alto padrão de vida, mas, por outro lado, exige uma rotina de trabalho bem intensa.

Algumas profissões podem apresentar rotinas mais leves de trabalho, porém com baixas remunerações. Também é possível priorizar a estabilidade dos serviços públicos e identificar os cursos ideais para os cargos de interesse, por exemplo.

Além disso, outros cargos podem oferecer salários bem acima de mercado, porém, com a exigência de altas metas mensais. Assim, identificar o que você quer e em que você se sai melhor é o ponto-chave para determinar suas prioridades.

4. Faça uma pesquisa detalhada sobre as profissões de interesse

Após mais esse pequeno exercício de autoanálise você pode ter descoberto duas ou mais áreas com as quais mais se identificou. A partir desse ponto, é importante realizar pesquisas sobre elas para orientar melhor a sua escolha.

A maioria dos candidatos não sabe como escolher o curso superior porque não pesquisa a fundo as profissões de interesse.

Descubra o tempo necessário para alcançar o cargo e as remunerações que o mercado oferece. Converse com profissionais formados sobre como funciona a rotina de trabalho.

Por meio dessa pesquisa você descobrirá as funções com as quais tem mais afinidade. Com essas informações você pode começar, desde já, a definir até o seu próprio plano de carreira!

5. Considere o mercado de trabalho e suas opções

O curso escolhido deve ser relacionado à sua opção no mercado de trabalho. O ideal é aliar o que você gosta com sua profissão.

Não escolha uma profissão somente por recompensa financeira. Fazendo isso, você aumenta as chances de frustração profissional.

Uma ocupação pode ser alcançada por um ou mais cursos de graduação diferentes, ou seja, você pode conquistar o cargo dos sonhos escolhendo uma formação com a qual tenha maior afinidade.

Para ser um diplomata, por exemplo, o candidato pode optar por Direito, Relações Internacionais ou qualquer outra graduação. Já o profissional de Marketing pode escolher o curso superior de Administração, Comunicação Social ou o próprio Marketing.

6. Avalie a instituição antes de escolher o curso superior

Após definir todas essas possibilidades de profissão e de curso de formação você deve identificar as melhores instituições para a realização da sua graduação.

Mas, para ter sucesso na sua escolha, é necessário analisar alguns critérios, como avaliação do MEC, reputação da instituição, qualificação do corpo docente etc.

Veja agora algumas das principais ações para escolher a melhor instituição para realizar sua formação profissional.

6.1. Identifique os diferenciais das instituições

Descobrir o que a instituição pode te oferecer de melhor é fundamental para uma boa escolha. Algumas universidades consideram os cursos de graduação uma oportunidade de mercado, ou seja, tratam alunos como números e priorizam mais a quantidade em detrimento da qualidade. Geralmente essas instituições não são bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC), então, busque aquelas que tenham o selo de aprovação do MEC.

Um curso de qualidade conta com um corpo docente qualificado e experiente, geralmente com mestres, doutores e especialistas. Pesquise sobre a qualificação dos professores, se atuam no mercado de trabalho há um longo tempo e se são profissionais reconhecidos.

Outros diferenciais, como convênios internacionais, tradição e selos de certificação e de qualidade, podem revelar um padrão de ensino mais eficiente.

6.2. Faça visitas

Não se restrinja somente às pesquisas online. Visite as instituições de graduação para conhecer sua estrutura. Participe de eventos como feiras de profissões, workshops sobre carreira e outros.

É melhor estudar em escolas especializadas, uma vez que permitem um melhor desenvolvimento profissional. Lembre-se de que a instituição não só oferecerá o seu certificado, mas o preparará para a atuação no mercado de trabalho.

6.3. Invista em qualidade

A situação financeira pode nem sempre ser favorável, mas não se iluda. Escolher o curso superior por um preço mais baixo pode representar um atraso na sua carreira e até uma perda de tudo o que foi investido.

Lembre-se de que há programas como o Enem e o FIES que podem ajudá-lo a conquistar sua vaga na instituição desejada.

Garantir uma boa formação pode ser interessante não só para o mercado de trabalho, mas também para conquistar aprovações em concursos públicos. Um curso de qualidade pode gerar economias futuras em cursinhos preparatórios.

E, com isso, chegamos ao final do nosso post. Esperamos ter conseguido ajudá-lo na sua escolha. Compartilhe com seus amigos nas redes sociais como escolher curso superior pode ser a definição mais importante da sua vida!

  • Vestibular FDSM 2020

Tags: | |

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *