Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Concursos públicos: como o Direito pode beneficiar os candidatos?

Concursos públicos: como o Direito pode beneficiar os candidatos?

Você costuma escutar com frequência dos familiares e amigos que a melhor escolha para o seu futuro profissional é prestar concursos públicos? E se você soubesse que essa é, de fato, uma boa opção e que quem tem um curso superior em Direito acaba se beneficiando ainda mais nesse tipo de prova?

A recomendação sobre os concursos públicos tem fundamento. Afinal, a vaga de emprego adquirida a partir dessa prova, no geral, traz maior estabilidade financeira do que o funcionalismo privado. Então, caso você queira obter sucesso profissional, a opção é extremamente válida.

Porém, sabemos que ser aprovado não é tarefa fácil; é necessário ter dedicação e horas de estudo. Ainda assim, você não precisa abrir mão de fazer uma faculdade para se dedicar integralmente à preparação para o concurso. O bacharelado em Direito, por reunir matérias da área no exame, já te ajuda nisso.

Ficou interessado em saber mais sobre como a Faculdade de Direito pode beneficiar os candidatos de concursos públicos? Continue a leitura pois vamos falar sobre isso, além de quais vertentes da área costumam cair mais e o que você precisa saber sobre cada uma delas. Confira!

Como a formação em Direito ajuda nos concursos públicos?

Como esses concursos são o sonho de muita gente, foi possível fazer uma análise dos assuntos mais recorrentes em todos os anos. Ao ter um conhecimento sobre eles, fica mais fácil garantir sua vaga.

O Direito é um deles. Mesmo que cada prova tenha editais e materiais específicos, ao dominar essa área do conhecimento, você pode focar seus estudos e aumentar as chances de sucesso.

Quais vertentes do Direito costumam aparecer com frequência?

Considerando que um dos requisitos da área de advocacia é escrever bem e dominar interpretação de texto, ter essas habilidades durante o curso superior já traz mais benefícios.

Porém, saber as vertentes do Direito Administrativo e Constitucional, matérias mais recorrentes, será o seu maior diferencial para ser aprovado.

Ainda assim, você pode ficar de olho também no Direito do Trabalho, Teoria Geral do processo de Direito Civil e Direito Penal. Assuntos menos habituais, mas que valem a pena serem estudados.

Direito Administrativo

Refere-se ao estudo da administração pública, mais especificamente aos direitos e deveres de empresas públicas que devem seguir de acordo com o conceito de LIMPE: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Tudo isso segundo o artigo 37 da Constituição Brasileira.

O estudo dessa área se torna ainda mais relevante com a democratização no país e a modernização nos serviços públicos.

Direito Constitucional

Falando em Constituição, é justamente ela que o Direito Constitucional estuda. Trata-se de uma análise da construção histórica e das leis que regem a nossa nação. E não existe alternativa melhor para aprender sobre isso do que ler a Carta Maior, que é a norma mais importante do ramo jurídico. Todas as leis lhe devem obediência, o que a coloca no topo da hierarquia dos atos normativos.

Ou seja, essa área estuda o Poder, sua organização, estruturação e limitação.

Algumas dicas de estudo para quem vai prestar concursos públicos são:

  • comprar ou baixar gratuitamente, além da Constituição, códigos e leis federais. O site do Planalto permite que você tenha acesso a esses dados.
  • pesquisar teorias e leis que te ajudam a entender enunciados e exercícios das provas.
  • resolver exercícios de avaliações anteriores para você calcular seu desempenho e as teorias estudadas com situações reais do concurso.
  • conhecer os diferentes tipos de doutrinas pelo ponto de vista de cada autor, assim como a jurisprudência e os vários julgamentos com decisões parecidas.
  • manter o hábito de carregar sempre com você alguma legislação, seja a Constituição, códigos ou leis. Dessa forma o conteúdo vai sendo naturalmente fixado.

Quais outros conteúdos costumam aparecer na prova?

Como o tipo de linguagem dessa prova costuma ser mais difícil e formal, é necessário que o concurseiro tenha domínio de interpretação de texto e uma boa escrita, além de saber as matérias de Direito citadas.

Ainda, é importante ter o conhecimento de:

  • na língua portuguesa: ortografia, regência nominal e verbal, sintaxe etc.
  • em matemática: conhecimentos de proporcionalidade, geometria, estatística, equação do primeiro e segundo grau etc.
  • em atualidades e conhecimentos gerais: o concurseiro se beneficia mais uma vez caso tenha um curso superior de Direito, já que um dos temas mais recorrentes é política.

Qual a importância de uma boa graduação para a aprovação?

Considerando que parte dessas dicas você já colocará em prática durante a faculdade de Direito, ter esse curso superior é um diferencial que pode te colocar à frente dos concorrentes.

Entretanto, é preciso que você tenha acesso a uma universidade de tradição, que trate os alunos de forma diferenciada e considere as necessidades e objetivos específicos de cada um.

Assim, é essencial professores renomados que consigam aproximar-se do aluno deixando aparte hierarquias acadêmicas que apenas atrapalham o aprendizado. Quando há proximidade, o estudante pode sentir-se mais à vontade para tirar dúvidas e assim, desenvolver melhor seus conhecimentos.

Como as matérias jurídicas que são cobradas em concursos públicos apresentam uma linguagem muito complexa e própria, quem não tem uma graduação em Direito e tenta estudar sem ter essa base introdutória sólida, dificilmente vai conseguir absorver o conteúdo.

Apenas ler as leis não é suficiente para responder às questões do concurso de forma correta. Ao estudar, é preciso ter o acompanhamento de livros e\ou professores que vão te explicar o real sentido das normas.

As leis também costumam ter interpretações diferentes quando simplesmente lidas. Então, o risco de errar é alto ao não estudá-las com afinco.

Resumindo, O bacharel em Direito beneficia-se ao fazer concursos públicos por ter conhecimento prévio de assuntos que são recorrentes. O tempo e o valor financeiro investidos em boas faculdades acabam sendo muito positivos futuramente e aumentam as suas chances de sucesso profissional.

Sabendo agora quão útil é o Direito, compartilhe este post nas redes sociais e ajude seus amigos acessarem essas informações!

  • banner de mestrado

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *