Você mais próximo da FDSM!

Inscreva-se para saber das novidades!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

7 passos para definir seu Plano de Carreira

7 passos para definir seu Plano de Carreira

Todo mundo almeja um emprego dos sonhos, mas como alcançá-lo?

De início já podemos lhe indicar um bom planejamento. Quando você organiza seus objetivos, consegue visualizá-los com mais clareza e se sente mais comprometido e motivado para atingi-los.

De outra maneira, o Plano de Carreira lhe ajuda a definir de forma realista como você está e aonde quer chegar. Ele possibilita uma análise sobre suas ações, para que te conectem com seu objetivo futuro. Em alguns passos, vamos lhe mostrar que criar um Plano de Carreira não é “coisa de outro mundo”. Basta ter foco. Para facilitar essa jornada, o blog da FDSM também disponibiliza um Plano de Ação para download. Trata-se de uma ferramenta auxiliar para acompanhar seu Plano de Carreira e mantê-lo focado em suas metas pessoais.

Criando meu Plano de Carreira.

O plano de carreira deverá ser realizado para te levar do seu estado atual (como você está hoje profissionalmente) ao estado desejado (como gostaria de estar dentro de um período determinado de tempo).

Você é quem define, de forma racional e realista, o prazo para seus objetivos, podendo ser de médio ou longo prazo.

Vamos começar? Pegue papel e caneta!

Passo 1: Tenha coragem e saia da zona de conforto.

Resultado de imagem para zona de conforto sofa

Estar disposto a correr riscos e se lançar para novas experiências é essencial para refletir e descobrir o que você realmente quer fazer.

Uma frase famosa de Adam Steltzner, um dos principais engenheiros da NASA, é sobre a escolha que mudou sua vida: se inscrever em um curso de astronomia local: “Se você está pensando em sua vida ou se sentindo estagnado, olhe para dentro e veja de onde vem sua alegria, o que ascende sua curiosidade e siga isso.”

Responda a algumas perguntas para começar a reflexão e se conhecer:

  • O que está no meu piloto automático (faço de forma mecânica, sem entusiasmo)?
  • O que me faz mais vivo e alegre?
  • Qual profissional eu admiro e ainda não conheço pessoalmente?
  • Quem sou eu, sem mencionar sobre meu trabalho em nenhuma parte da resposta?
  • Qual é o meu verdadeiro objetivo de vida?

Respondendo a essas perguntas você pensará bastante, e poderá ter uma noção de onde está.

Passo 2: Estado atual. Onde estou?

Entender o seu estado atual é a principal análise para o seu Plano de Carreira. Para avaliar todos os pontos de sua atual vida profissional, seguem algumas reflexões bastante básicas:

  • Qual sua ocupação atual?
  • Está satisfeito e feliz com ela?
  • O que você mais gosta e o que menos gosta de fazer durante o trabalho?

Quando for responder, verá que há muitas coisas em que você ainda não havia pensado. Mas deixe as ideias fluírem e anote tudo o que vier à sua cabeça.

Passo 03: Quem quero ser profissionalmente?

Photo of Man Holding a Book

Você já parou para pensar nessa pergunta? Quem eu desejo ser profissionalmente daqui a três, cinco ou dez anos?Definir seu objetivo te guiará melhor e fará com que você saiba aproveitar as oportunidades que aparecem pelo caminho.

Passo 4: Validando o estado desejado.

Para chegar ao seu estado desejado, é necessário defini-lo. Para se sentir motivado a chegar até ele, você precisa compreender tudo o que está por trás dessa vontade. Reflita e responda a essas questões:

  • Por que valerá a pena alcançar tal objetivo?
  • Por que isso é tão importante para você?

As respostas para essas perguntas devem estar totalmente alinhadas aos seus valores e também ao que você quer para sua vida. Assim você se manterá motivado  a atingir seus objetivos.

Passo 5: Minhas metas.

Resultado de imagem para meta

Depois de responder a todas as perguntas acima, você terá seu ponto de largada e o de chegada: agora só falta a ponte que ligará um ao outro.

Para defini-los, responda as seguintes questões:

  • Qual a distância que o separa do seu estado desejado? Identifique os pontos.
  • Divida essa distância em espaços menores.
  • Mapeando o caminho: o que você precisa aprender, adquirir ou mudar para chegar lá?

Passo 6: Autoconhecimento e conhecimento de mercado.

Com o autoconhecimento, você poderá investir no que precisa aprender. É extremamente importante descobrir quem você é, quais são seus pontos fortes e fracos, o que você sabe fazer bem e também o que você não faz tão bem. Por fim, desenvolva as habilidades e competências que lhe permitirão alcançar seus objetivos.

Passo 7: Prazos para cumprir cada meta.

Agora que você já tem suas metas, elas precisam ser organizadas no plano de carreira, de modo a lhe ajudar a alcançar seu objetivo em um período bem definido. Atenção! Cada etapa precisa ser cumprida dentro de um prazo estabelecido por você, para que tudo caminhe bem.

Depois de ler todos os passos e dicas, você pode estar se questionando: mas para que se dar a todo esse trabalho?

Muitas pessoas não possuem suas decisões de carreira pensadas dentro de uma estratégia individual. Pelo contrário, elas costumam seguir um panorama tradicional que leva à estabilidade: passar dez, vinte, cinquenta anos em uma mesma empresa, trilhando um caminho traçado por outros e praticamente inalterável. Na mesma medida em que o mercado ficou mais competitivo, ele também está mais diversificado e dinâmico.

Construir carreira significa escrever sua própria história profissional, viver sua própria felicidade! Pense nisso!

  • banner de mestrado

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *